Cidade-látex

"A Cidade Sebastiana" não é um livro de história. É um trabalho no campo da sociologia da cultura que dialoga com a fenomenologia hermenêutica. Nesse sentido, ele procura mostrar não necessariamente a Belém da época do ciclo econômico da borracha, mas o imaginário social, com suas contradições e imprecisões, a respeito da "Era da Borracha".

A expressão "cidade-látex" utilizada no livro, refere, assim, uma cidade idealizada, presente na intersubjetividade, na cultura, local.

Por meio das camadas superpostas de tecidos 

de fala que mostram a cidade-látex, entretanto, pode-se ver diferentes Belens. Algumas delas, materiais; outras, espelhos da modernidade dezenoviana; outras, ainda, alegóricas, sebastianas.

Para mostrar um pouco mais de Belém do ciclo do látex reproduzo, nesta página, algumas imagens do álbum "Belém da Saudade", que ajudei a editar, em 1995. Esse álbum reúne imagens postais de Belém produzidas e publicadas durante o ciclo. Creio que eles ajudam a ter uma visão mais ampla da "cidade sebastiana".

Fresh